14/08/2017

Acompanhmento 14 08 17

Atualizei reuniao

 Reuniao do Corpo de Apostolado

Atualizei as 10:30h

Dia 14 08 17

As 19h

Em todas Extensoes e Missoes Graca e Paz

Participacao: 

Nas Extensoes: DCAs e Discipulos Servidores

Nas Missoes Graca e Paz: DCAs, Discipulos Servidores e Discipulos Missionarios

Obs: esta reuniao é para oracao, partilha, amizade, convivencia

Assuntos importantes:

19h - Oracao

II Timóteo, Capítulo: 3

14. Tu, porém, permanece firme naquilo que aprendeste e creste. Sabes de quem aprendeste.

15. E desde a infância conheces as Sagradas Escrituras e sabes que elas têm o condão de te proporcionar a sabedoria que conduz à salvação, pela fé em Jesus Cristo.

16. Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça.

17. Por ela, o homem de Deus se torna perfeito, capacitado para toda boa obra.

19:30h - Partilhas

👉 Curso biblico é a formacao do ano 5 Obrigatoria para os Discipulos concludentes/missionarios em diante porque estes ja terminaram todos temarios e nao podem ficar sem formacao "Partilhas no blog é facim facim" Ou entao voce faz no zap e pede para alguem colocar no blog

Atencao

Considerando que devo ministrar vossa formacao no decorrer da caminhada...

Meditei assim

Como lemos na Palavra de Deus hoje

As Sagradas Escrituras formam o homem de Deus na perfeicao/santidade e para toda boa obra

É tudo que queremos!

 Formar discipulos santos e capacitados pra toda boa obra , pra todo ministerio

Este curso biblico é tudo que queremos

Por isso

Como nao teremos tempo pra ministrar outra formacao

Quem fizer o curso biblico

Discipulo concludente / missionario ja estara se preparando pra ser discipulo servidor 

E Discipulo servidor que fizer ja estara se preparando pra ser dca ou renovar seus bons propositos

E dca que fizer ja estara se preparando pra renovar seu compromisso de alianca

Em tempo: os discipulos missionarios que desejam ser discipulos servidores ja podem comecar a participar das reunioes do corpo de apostolado toda segunda e quarta segunda-feira

As partilhas no blog sao obrigatorias porque e a maneira que tenho para ir acompanhando

No final todos discipulos conhecerao a Biblia inteira de capa a capa e de uma forma correta porque tem muito curso biblico por ai que é carnal e ate mesmo heretico

Este curso biblico e fundamenral porque é impensavel um discipulo que nao leia decore e conheca a biblia de capa a capa Ler textos soltos é uma coisa Outra coisa é ler a biblia inteira de ponta a ponta

👉 DJC na Caminhada com Maria Concentracao as 13h para divulgar o kairos

👉 DJC Fortaleza Ano 5 Proximo domingo o Discipulado Mensal e com a participacao de todos, dos siloelitas em diante Sera das 09h as17h Encerrando com a Santa Mis09

👉 Cada extensao enviar nomes atualizados para o Victor Estamos fazendo documento do DJC pra levar pro Dom Jose Antonio que os solicitou Esses nomes sao importantes porque queremos nos apresentar oficialmente a Igreja e voce faz parte dessa historia Enviar fotos oficiais bonitas 

A solicitacao do bispo coincide com o nosso ano 5 quando queremos viver intensamente a nossa vocacao Concidencia?

👉 Por fim nao esquecam do engajamento ministerial de todos discipulos missionarios nos seus especificos

 e de que a extensao e uma so 

O djc deve marcar presenca em cada regiao como uma so extensao aos cuidados do acompanhante extensional

E na arquidiocese nos somos um so djc fortaleza

Boa reuniao

Att

Pe. Marcos Oliveira

05/08/2017

CURSO BIBLICO PARA OS DISCIPULOS MISSIONARIOS, SERVIDORES E DCAs

Última atualização 00 00 00 às 00h:00


Acompanhamento 05 08 17

CURSO BIBLICO PARA OS DISCIPULOS MISSIONARIOS, SERVIDORES E DCAs

Bom dia discipulos de Jesus

Neste ano 5 do djc fortaleza queremos consolidar a nossa identidade como movimento catolico fraterno, biblico, eucaristico, orante e missionario

Este é o nosso dna na Igreja sinalizado desde os inicios no logotipo que estampamos nas camisas

Por isso o tema do ano 5 é este:

"Viver com dignidade a vocacao para a qual fomos chamados" ( Ef 4,1):

Ser e Fazer discipulos missionarios no caminho da Palavra de Deus

Para alcancarmos o nosso objetivo neste ano 5 que estamos iniciando no terceiro domingo de agosto

Como vosso acompanhante geral

Estarei ministrando um curso biblico completo, do Genesis ao Apocalipse,

Integrado com o programa familia em oracao, discipulado mensal, reunioes do corpo de apostolado e fraternidade missionaria e, na medidado possivel, com o siloe

Porque as Sagradas Escrituras tem o poder de santificar os servos de Deus e capacita-los para toda boa obra (2Tm 3,17)

Ou seja, neste curso biblico a propria Palavra de Deus vai nos santificar e nos capacitar como discipulos de Jesus para toda obra boa seja na familia mas tambem na profisssao e na evangelizacao

Queremos com este curso biblico formar os discipulos de Jesus no alicerce da Palavra de Deus para que sejam conhecedores da Verdade e nao sejam catolicos acomodados e calangos

Eu ministrarei o curso no programa

Ele é aberto para todos

Porem

Para os discipulos missionarios, servidores e dcas, visto que ja terminaram os temarios, este curso é colocado como formacao da grade curricular do djc para voces

No final voces receberao um certificado do djc comprovando que fizeram este temario do curso biblico

Porque um discipulo de Jesus deve de fato ler rezar estudar decorar e vivenciar toda Biblia de ponta a ponta

Nós somos o djc Entao devemos honrrar o nosso nome porque é assim que vivemos a nossa vocacao com dignidade

Fiz um blog para partilhas  Porque nao poderei aprofundar o assunto no programa Entao continuaremos estudando a Biblia no blog com a riqueza da participacao de todos voces

As leituras do curso serao rezadas tambem em algumas  reunioes do djc Mas nao na fraternidade cristã porque la os discipulos devem focar os temarios

Bom curso biblico para todos nós pois eu tambem vou estudar a Biblia com voces e o Espirito Santo

Att

Pe Marcos Oliveira

30/07/2017

Acompanhamento 31 08 17



Agosto 2017 é o Início do quinto ano do djc fortaleza

Vamos priorizar a nossa vocacao djc

Viver com dignidade a vocacao para a qual fomos chamados (Ef 4,1): Ser e Fazer Discipulos!

Concretamente

Cada discipulo com um pé na extensao e outro na sede local 

Porque Arvore grande precisa de tronco forte pra sustentar os ramos

E todos devem estar caminhando no djc pra nao se dispersarem

Grande passo:

- Engajamento ministerial dos Discipulos Missionarios nos Especificos de cada extensao

- Formacao dos ministerios gerais 

a exemplo do ministerio de musica geral que esta sendo formado

precisamos formar outros ministerios gerais como pregacao, aconselhamento, intercessao, cura e libertacao, formacao

Cada ministerio geral deve viver a unidade na missa dominical na sede local e se colocar a servico do djc como um todo

Assim vamos avancar ainda mais neste ano 5

Deus vos abencoe

Att

Pe. Marcos Oliveira

26/07/2017

Acompanhamento Geral 26 07 17



Acompanhamento 26 07 17

HORA DO ENGAJAMENTO MINISTERIAL DOS DISCIPULOS MISSIONARIOS E CONCLUDENTES

Bom dia a todos

Estamos na quarta semana

Segundo o mead do djc os encontros dos especificos sao abertos

Quando todos devem pescar outras pessoas para o seu especifico e realizar um encontro de oracao com acolhimento, louvor, suplica ao Espirito Santo, pregacao do Evangelho e oracao de bencao...

Tudo isso coaduna com o grande passo que estamos dando que é o ENGAJAMENTO MINISTERIAL DOS DISCIPULOS MISSIONARIOS E CONCLUDENTES

O DJC é um movimento de oracao e evangelizacao Por isso todos ajudam desde os siloelitas e opcao fundamental pois aprendemos com Sao Paulo que o discipulo deve aprender rezando e fazendo

Mas o grande passo agora é o ENGAJAMENTO OFICIAL dos discipulos missionarios nos ministerios do especifico segundo o carisma que o Espirito Santo foi dando a cada um

Como disse todos ajudam no djc e ja vao aprendendo

Mas o discipulo missionario agora vai ser engajado de forma oficial em um ministerio do especifico para assumir este ministerio pra valer , servir e crescer nele de forma oficial e permanente

Acompanhantes e Articuladores sob assessoria dos conselheiros vao meditando tudo isso a nivel de extensao e missao graca e paz

Se la na frente perceberem que o discipulo nao tem carisma para o ministerio ai vao conversando e remanejando Mas pra saberem e importante discernir os primeiros sinais de carisma e engajar de forma oficial o discipulo missionario no respectivo ministerio Ai ele vai crescer e servir cada vez mais Depois de um tempo voces verao se de fato eles tem carisma ou nao e entao ele permanecera ou podera ser remanejado para outro ministerio

E muito imporrante ser humilde para acolher a vontade do Espirito Santo porque é Ele quem distribui os carismaa conforme lhe apraz (Rm 12,1ss; 1Cor 12 - 14)

Todos especificos da extensao e missao graca e paz devem ter ministerio de intercessao, visitas domiciliares, musica, acolhida, ambientacao, devocao mariana, ministerio de oracao e pregacao Alem dos articuladores, evangelistas e discipuladores

O que tudo isso tem a ver com o encontro aberto da quarta semana?

Porque nesse encontro todos ministerios entram em acao e se colocam a servico segundo o carisma de cada um

Nao tenham medo

O engajamento ministerial dos discipulos missionarios e de fundamental importancia para o crescimento dos mesmos, fervilhamento dos carismas no djc e expansao da nossa missao evangelizadora

Lembrando que siloelitas e opcao fundamental continuam caminhando na fraternidade crista, convidando, ajudando e aprendendo fazendo

Mas os discipulos missionarios é que sao engajados de forma oficial e permanente nos ministerios do seu especifico

Esse é o grande passo do momento uma vez que dcas e discipulos servidores cada um ja esta engajado no seu ministerio

Ei, psiu, orientem, engajem e saiam de perto 😉 Pra eles se assumirem, irem meditando e crescendo Ai voce vai ajudando e orientando no decorrer da caminhada

Deus vos abencoe

Maos e coracao a obra

Graca e paz

Att

Pe. Marcos Oliveira


Em tempo: Quem dirige o encontro de oracao da quarta semana é o articulador ou a pessoa que ele delegar pra ser o dirigente

23/07/2017

Reunião do Corpo de Apostolado 24 07 17

Reunião do Corpo de Apostolado

(Atualizei)

24 07 17

19h

Participaçao dos DCAs e Discipulos Servidores nas Extensoes

Nas quartas segundas-feiras nao tem nas Missões Graca e Paz (Pacoti, Vila e Siqueira)

Lembrando: essa reuniao nao deve ser vista como um serviço a mais Deve ser vista como um momento de oraçao MOPD e partilha entre irmaos Porque o corpo de apostolado de cada extensao deve ser marcado pela oracao e irmandade Assim voces terao força pra caminhar e apascentar os siloelitas e demais discipulos

Roteiro

19:00h - Introducao 
 
Terminando o ano 4 quando meditamos que somos uma grande familia em oracao e em missao

Nesses 4 anos fizemos uma profunda organizacao de todo djc

Agora estamos mais unidos e mais fortes

Agora no terceiro domingo de agosto vamos iniciar o ano 5 pra continuarmos avancando 

Ressalto que ja estamos organizados Agora é so colocar em pratica

Por isso nesse ano 5 mais do que organizacao queremos mergulhar na nossa identidade e vocacao djc

👇

Tema do ano 5

SER E FAZER DISCÍPULOS MISSIONÁRIOS

“Viver com dignidade de acordo com a vocação que recebemos!” (Ef 4,1)

👆

Cada vez mais o djc precisa ser djc,  todos unidos na missa dominical, programa familia em oracao, siloe e fraternidade crista

Devemos manter a unidade em torno da sede local e identidade e crescer nela So assim o djc permanece firme  e atuante

Ja crescemos muito Neste ano 5 queremos continuar crescendo e ser cada vez mais um djc unido e forte

Todos seguindo o mead desde o reavivamento e focando o seu ministerio 

Amem Aleluia Amem


19:05 - Oracao

Suplica ao Espirito Santo

Palavra de Deus

Tito, Capítulo: 2

1. O teu ensinamento, porém, seja conforme à sã doutrina.

2. Os mais velhos sejam sóbrios, graves, prudentes, fortes na fé, na caridade, na paciência.

3. Assim também as mulheres de mais idade mostrem no seu exterior uma compostura santa, não sejam maldizentes nem intemperantes, mas mestras de bons conselhos.

4. Que saibam ensinar as jovens a amarem seus maridos, a quererem bem seus filhos,

5. a serem prudentes, castas, cuidadosas da casa, bondosas, submissas a seus maridos, para que a palavra de Deus não seja desacreditada.

6. Exorta igualmente os moços a serem morigerados,

7. e mostra-te em tudo modelo de bom comportamento: pela integridade na doutrina, gravidade,

8. linguagem sã e irrepreensível, para que o adversário seja confundido, não tendo a dizer de nós mal algum.

9. Exorta os servos a que sejam submissos a seus senhores e atentos em agradar-lhes. Em lugar de reclamar deles

10. e defraudá-los, procurem em tudo testemunhar-lhes incondicional fidelidade, para que por todos seja respeitada a doutrina de Deus, nosso Salvador.

11. Manifestou-se, com efeito, a graça de Deus, fonte de salvação para todos os homens.

12. Veio para nos ensinar a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver neste mundo com toda sobriedade, justiça e piedade,

13. na expectativa da nossa esperança feliz, a aparição gloriosa de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo,

14. que se entregou por nós, a fim de nos resgatar de toda a iniqüidade, nos purificar e nos constituir seu povo de predileção, zeloso na prática do bem.

15. Eis o que deves ensinar, pregar e defender com toda a autoridade. E que ninguém te menospreze!



19:30h - Encaminhamentos

Cada extensao ver como esta o seu mead la no blog da fraternidade de aliança

 www.djcbrasil.com.br

 Ver tambem com esta o acompanhamento personalizado e a sequencia dos temarios

Hora de incentivar a ministerialidade dos discipulos missionarios nos seus especificos

Ver como esta o kairos

 Esse ano vamos gastar bem menos Cada dca e discipulo servidor recebera do valdenio uma folha pra arrecadar 250,00 Os discipulos missionarios nao receberao mas sao convidados a ajudarem os dcas e discipulos servidores a preencherem as folhas deles Desta forma fica suave pra todos

Kairos e o encerramento da festa de Jesus Salvador


21:00h - Encerramento

15/07/2017

Discipulado Mensal - 16 07 17

Participaçao: so DCAs e Discipulos Servidores


08:00h - Chegada
Acolhimento e presença

09:00h - Invitatório e louvor

09:30h - Súplica ao Espírito Santo

10:00h - Lanche

10:30h - Adoração a Jesus - Palavra

Ef 4,1ss

10:45h - Formação

13:00h - Almoço

14:00h - Formaçao crista

16:00h - Lanche

17:00h - Santa Missa 
Ver roteiro de domingo na agenda




Formacao

Tema: Identidade da Vocação DJC


xxx


SER E FAZER DISCÍPULOS

“Viver com dignidade de acordo com a vocação que recebemos!” (Ef 4,1)


Queremos neste quinto ano de organização do DJC adentrar ainda mais na essência do nosso movimento e consequentemente, nas profundezas da vontade de Deus para cada um de nós, tanto individualmente como comunitariamente.


Por isso escolhemos este texto bíblico de Ef 4,1-16 para nos iluminar porque aqui o nosso patrono São Paulo Apóstolo nos exorta a viver com dignidade. E viver com dignidade é viver de acordo com a vocação que recebemos de Deus.



Efésios, Capítulo: 4


1. Exorto-vos, pois, - prisioneiro que sou pela causa do Senhor -, que leveis uma vida digna da vocação à qual fostes chamados,


2. com toda a humildade e amabilidade, com grandeza de alma, suportando-vos mutuamente com caridade.


3. Sede solícitos em conservar a unidade do Espírito no vínculo da paz.


4. Sede um só corpo e um só espírito, assim como fostes chamados pela vossa vocação a uma só esperança.


5. Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo.


6. Há um só Deus e Pai de todos, que atua acima de todos, por todos e em todos.


7. Mas a cada um de nós foi dada a graça, segundo a medida do dom de Cristo,


8. pelo que diz: Quando subiu ao alto, levou muitos cativos, cumulou de dons os homens (Sl 67,19).


9. Ora, que quer dizer ele subiu, senão que antes havia descido a esta terra?


10. Aquele que desceu é também o que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas.


11. A uns ele constituiu apóstolos; a outros, profetas; a outros, evangelistas, pastores, doutores,


12. para o aperfeiçoamento dos cristãos, para o desempenho da tarefa que visa à construção do corpo de Cristo,


13. até que todos tenhamos chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de Cristo.


14. Para que não continuemos crianças ao sabor das ondas, agitados por qualquer sopro de doutrina, ao capricho da malignidade dos homens e de seus artifícios enganadores.


15. Mas, pela prática sincera da caridade, cresçamos em todos os sentidos, naquele que é a cabeça, Cristo.


16. É por ele que todo o corpo - coordenado e unido por conexões que estão ao seu dispor, trabalhando cada um conforme a atividade que lhe é própria - efetua esse crescimento, visando a sua plena edificação na caridade.



Antes de tudo, a partir do próprio texto bíblico, devemos considerar duas coisas muito importantes: vocação e carisma.



1 – Vocação


Como o próprio Apóstolo enfatiza, devemos levar uma vida digna da vocação à qual fomos chamados” (Ef 4,1). Porque vocação é isto, vocação é um chamado que Deus nos faz à vida e a um estado de vida.



- Vocação universal à vida e à santidade


O primeiro chamado que Deus nos faz é para existirmos e vivermos como criaturas humanas. E quanto mais humanos formos mais santos seremos, vivendo a vida de acordo com a vontade do Criador, e não de acordo com o mundo.


Então, se devemos levar a vida com dignidade, de acordo coma vocação que recebemos de Deus, a primeira coisa é viver a vida de forma humanamente digna, e não como animais selvagens escravos dos instintos carnais.


Viver com dignidade no amor a Deus e ao próximo, “com toda humildade e amabilidade, com grandeza de alma, suportando-vos mutuamente com caridade” (Ef 4,2)


A vocação à vida é também vocação à santidade. Porque Deus nos chamou do nada à existência para vivermos em comunhão com Ele no amor e sermos santos como Ele é Santo!   



- Vocação a um estado de vida


Além de chamar todos para viverem com dignidade no amor e na santidade, Deus também tem um chamado específico para cada um abraçar um estado de vida.


Por estado de vida se entende a forma permanente como a pessoa vai viver e se santificar de forma permanente. Como o nome diz, eles são estáveis, duram a vida toda, são per – ma – nen – tes. Cada estado de vida é portanto, um lugar de santificação.


São três os estados de vida: matrimônio, celibato (vida consagrada) e sacerdócio.


É importante discernirmos o estado de vida aonde o Senhor quer nos colocar para crescermos e frutificarmos por toda vida.


E uma vez que discernimos, continuar rezando para não perdermos o foco.


Seja qual for o estado de vida, não esquecer de que devemos viver com dignidade de acordo com a vocação que recebemos de Deus. Ser um casal digno! Ser um celibatário digno! Ser um padre digno!


Na Bíblia, no que se refere à pureza e à confiança em Deus devemos ser como crianças... Mas no que se refere à vocação, devemos ser maduros, sempre buscando alcançar a “estatura da maturidade de Cristo, para que não continuemos crianças ao sabor das ondas, agitados por qualquer sopro de doutrina, ao capricho da malignidade dos homens e de seus artifícios enganadores. Pela prática sincera da caridade, cresçamos em todos os sentidos, naquele que é a cabeça, Cristo.” (Ef 4,13-15)


A maturidade vocacional é importante para a nossa felicidade. Na Bíblia, vocação acertada, futuro feliz! Por isso é tão importante encontrar o seu estado de vida pra viver com dignidade, ser santo e ser feliz!


Para meditaçao:

Qual o seu estado de vida vocacional?



2 - Carisma


Após exortar sobre o viver com dignidade de acordo com a vocação recebida, São Paulo fala sobre a importância do carisma:



Ef 4,


6. Há um só Deus e Pai de todos, que atua acima de todos, por todos e em todos.


7. Mas a cada um de nós foi dada a graça, segundo a medida do dom de Cristo,


8. pelo que diz: Quando subiu ao alto, levou muitos cativos, cumulou de dons os homens (Sl 67,19).


9. Ora, que quer dizer ele subiu, senão que antes havia descido a esta terra?


10. Aquele que desceu é também o que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas.


11. A uns ele constituiu apóstolos; a outros, profetas; a outros, evangelistas, pastores, doutores,


12. para o aperfeiçoamento dos cristãos, para o desempenho da tarefa que visa à construção do corpo de Cristo,


13. até que todos tenhamos chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de Cristo.


14. Para que não continuemos crianças ao sabor das ondas, agitados por qualquer sopro de doutrina, ao capricho da malignidade dos homens e de seus artifícios enganadores.


15. Mas, pela prática sincera da caridade, cresçamos em todos os sentidos, naquele que é a cabeça, Cristo.


16. É por ele que todo o corpo - coordenado e unido por conexões que estão ao seu dispor, trabalhando cada um conforme a atividade que lhe é própria - efetua esse crescimento, visando a sua plena edificação na caridade.



Foi São Paulo quem sistematizou a explicação do termo carisma na Bíblia Sagrada.


Carisma é sempre uma graça especial que Deus concede a uma pessoa ou a uma comunidade, mas sempre em vista do bem de toda comunidade. “A cada um de nós foi dada a graça, segundo a medida do dom de Cristo... A uns ele constituiu apóstolos; a outros, profetas; a outros, evangelistas, pastores, doutores, para o aperfeiçoamento dos cristãos, para o desempenho da tarefa que visa à construção do corpo de Cristo” (Ef 4,7.11-12)


A nota predominante é que o carisma é sempre uma graça especial que o Espírito Santo concede a uma pessoa (individualmente ou comunitariamente), segundo a medida do dom de Cristo, para o aperfeiçoamento dos cristãos e para o desempenho da tarefa que visa à construção do Corpo de Cristo, que é a Igreja.


Ou seja, no estado de vida a pessoa se santifica no amor a Deus e ao próximo. Com o carisma, a pessoa ou a comunidade eclesial serve o próximo, em vista do aperfeiçoamento/santificação dos outros e construção da Igreja.


Ressaltamos que além dos carismas individuais, como dom de línguas, profecia, curas e milagres, existem aqueles que podemos chamar de carismas coletivos ou comunitários, quando todo um organismo eclesial no seu conjunto recebe de Deus um carisma comum para servir a Igreja a partir daquele carisma comum. É por isso que toda congregação e todo movimento eclesial possui um carisma comum, um estilo próprio de viver e servir, em vista do bem da Igreja e da humanidade em geral, porque o carisma nunca é para si, é sempre para o bem dos outros.


“Pela prática sincera da caridade, cresçamos em todos os sentidos, naquele que é a cabeça, Cristo. É por ele que todo o corpo - coordenado e unido por conexões que estão ao seu dispor, trabalhando cada um conforme a atividade que lhe é própria (individualmente ou coletivamente) - efetua esse crescimento, visando a sua plena edificação na caridade.” (Ef 4,15-16)


Por isso na esteira de São Paulo a Igreja vai falar nos seus documentos (Mutuae Relationes, Vida fraterna em comunidade etc):


“O próprio carisma dos Fundadores (Evang. nunt. 11) revela-se como uma experiência do Espírito, transmitida aos próprios discípulos a fim de ser por eles vivida, conservada e aprofundada e constantemente desenvolvida em sintonia com o Corpo de Cristo em perene crescimento. E´ por isso que a Igreja protege e apóia a índole própria dos diversos Institutos Religiosos (LG 44; cf. CD S; 35, 1; 35, 2; etc.). Essa índole própria comporta outrossim um estilo peculiar de santificação e apostolado, que estabelece uma determinada tradição própria, a tal ponto que se podem convenientemente colher seus elementos objetivos. Por conseguinte, nesta hora de evolução cultural e de renovação eclesial, faz-se mister que a identidade de cada Instituto se conserve com tal segurança, que se possa evitar o perigo de uma situação não suficientemente definida, pela qual os Religiosos, sem a devida consideração do estilo peculiar de ação próprio da sua índole, se insiram na vida da Igreja de maneira vaga e ambígua.”


“Existe a tentação de abandonar as obras estáveis, genunína expressão do carisma do instituto, por outras que aparentemente são mais importantes e urgente diante das necessidades sociais, mais que não são irelevantes com a identidade do instituto.”


“Esta constante configuração com Cristo se realiza de acordo com o carisma e normas do Instituto ao qual pertence o religioso. Cada instituto têm seu próprio espírito, caráter, finalidade e tradição e em concordância com eles, e assim é como crescem os religiosos com eles e sua união com Cristo”.


“No programa de estudos, deve aparecer de forma primordial a teologia bíblica, dogmática, espiritual e pastoral, de modo particular, o aprofundamento doutrinal da vida consagrada e do carisma do Instituto.”


“Viver em comunidade, na verdade, é viver todos juntos a vontade de Deus, segundo a orientação do dom carismático que o fundador recebeu de Deus e que transmitiu a seus discípulos e continuadores.”

“Cada instituto têm uma responsabilidade primária com respeito a própria identidade. Com razão, o «carisma dos fundadores é confiado a cada instituto como patrimônio original em benefício de toda a Igreja. Cultivar a própria identidade na « fidoidade criativa » significa, afinal, confluir na vida e na missão do povo de Deus, dons e experiências que a enrriquecem e, ao mesmo tempo, evitar que os religiosos «insertem-se na vida da Igreja de um modo vago e ambigüo».”


João Paulo II na exortação apostólica Redemtionis donum: “Seria difícil descrever e até mesmo simplesmente enumerar as múltiplas maneiras diferentes pelas quais as pessoas consagradas põem em prática, mediante o apostolado, o seu amor para com a Igreja. Esse apostolado nasceu sempre daquele dom particular dos vossos Fundadores que, recebido de Deus e aprovado pela Igreja, se tornou um carisma para a inteira Comunidade. Tal dom divino corresponde às diversas necessidades da Igreja e do mundo, em cada época da história; e, seguidamente, prolonga-se e consolida-se na vida das comunidades religiosas como um dos elementos perduráveis da vida e do apostolado da mesma Igreja.


Em cada um destes elementos, em todas as suas expressões — quer na da contemplação fecunda para o apostolado, quer na da actividade directamente apostólica — acompanha-vos a bênção constante da Igreja; e, simultaneamente, a sua solicitude pastoral e materna, pelo que respeita à identidade da vossa vida espiritual e em ordem ao acerto da vossa actuação, no seio da grande Comunidade universal das vocações e dos carismas de todo o Povo de Deus.”


E Bento XVI: “Não é possível conseguir um autêntico relançamento da vida consagrada se não é tratando de uma existência plenamente evangélica, sem antepôr nada ao único Amor, mais sim encontrando em Cristo e em sua palavra a essência mais profunda de todo o carisma do fundador e de fundadora.”


O discernimento dos carismas individuais é importante. Mas é importante também discernir o carisma comunitário de cada instituto que Deus confiou ao fundador e que foi sendo discernido na oração e na evangelização!


Porque os membros de um instituto não se unem como um aglomerado de pessoas, mas como uma família espiritual que tem o mesmo carisma fundacional, e por isso tem o mesmo estilo de viver e de evangelizar, sempre em vista da santificação do mundo e edificação da Igreja.


Para meditação:

Quais as caracteristicas do Carisma DJC no seio da Igreja?


Graça e Paz!


Att,


Pe. Marcos Oliveira






 Exemplo 1:


Identidade da Comunidade Cancao Nova


1 CARISMA

O Carisma Canção Nova é uma forma renovada e priorizante para favorecer a experiência pessoal do encontro com Jesus Cristo na eficácia do Espírito Santo. Tem por finalidade a formação de homens novos para o Mundo novo, através da evangelização, de modo a preparar e apressar a vinda gloriosa do Senhor. Participa da graça que foi dada à Igreja nos dias de hoje: uma nova efusão do Espírito Santo e enviada a realizar sua missão em comunhão com toda a Igreja.




2 MISSÃO

A missão da Comunidade Canção Nova é evangelizar, comunicar Jesus e a vida nova que Ele veio trazer, pelos Encontros e, de maneira preferencial, mas não exclusiva, através dos meios de comunicação social.

A Comunidade Canção Nova atua nas áreas da educação, da saúde, das artes, da cultura e da promoção social, com o objetivo específico de contribuir, concretamente, na transformação do ser humano e das estruturas sociais.

Como associação de fiéis cristãos, a Comunidade Canção Nova busca cultivar e aprofundar, portanto, sua pertença e inteira comunhão com a Igreja Católica e o expressa através de seu amor, obediência e dedicação ao Papa e aos Bispos em comunhão com ele. Procura sempre colocar-se, em tudo, a serviço da edificação da Igreja e em fidelidade ao carisma próprio.




3 MODO DE VIDA

A Comunidade Canção Nova é um corpo associativo de fiéis cristãos formado de mulheres e homens (jovens e adultos; solteiros, casados e celibatários, sacerdotes e diáconos), que assumem a vivência mais radical da consagração a Deus feita no Batismo e na Crisma, em função do apostolado, numa vida em comunidade, conforme o estado de cada um. Tal vivência inspira-se na prática dos conselhos evangélicos, adaptada à vida secular. A integração destes diferentes estados na Comunidade Canção Nova é uma dimensão essencial do carisma. 

Viver da Providência – Conselho Evangélico de Pobreza

Junto à confiança na Providência, a vivência da pobreza evangélica exige o trabalho com afinco. Por isso cada membro deverá investir as suas capacidades, evitando toda forma de comodismo e ociosidade. Para viver conforme o espírito da pobreza evangélica, todos os membros da Comunidade Canção Nova deverão levar vida simples e modesta, abstendo-se de tudo que denote vaidade.

Masculino e feminino em Sadia Convivência– Conselho Evangélico de Castidade

A Comunidade Canção Nova se compõe de mulheres e homens, jovens e adultos, casados e solteiros, sacerdotes, diáconos e celibatários. Mas, antes de tudo, são irmãs e irmãos e assim devem se tratar, por isso, todos os membros deverão ter o máximo empenho em evitar as ocasiões que podem ser obstáculo à vivência da castidade.

Autoridade e Submissão – Conselho Evangélico de Obediência

Todos os membros também devem ser obedientes, nas coisas que se referem à natureza e finalidades da Associação, às autoridades constituídas na Comunidade Canção Nova. Os membros que são chamados a exercer autoridade, assumam-na em atitude de serviço por causa da missão. Dessa forma, o corpo associativo que é a Comunidade Canção Nova, coordenado e harmônico, realiza plenamente e com eficácia a sua vocação.

Vida Fraterna – Vivência da Reconciliação e Partilha

Ao ingressar na Comunidade Canção Nova, cada um dos membros abraça conscientemente o compromisso de vida fraterna através da vivência da caridade. Os relacionamentos devem ser marcados por essa realidade. A Comunidade Canção Nova é feita de pessoas humanas e frágeis. Cada um deve se empenhar continuamente para corrigir em si aquelas atitudes e modos de ser que não constroem a vida fraterna. O exercício do perdão, segundo o mandamento do Senhor, é fundamental para a vida fraterna em comunidade. Viver reconciliado é um dever de todos os membros, que devem sempre e o quanto antes (cf. Mt 5,23-24; Ef 4,26b) perdoar-se reciprocamente das ofensas recebidas (cf. Mt 18,21-22).

Portanto, o fundamento da Comunidade Canção Nova é o Evangelho: viver e comunicá-lo de maneira integral, na eficácia do Espírito Santo, enquanto esperam e apressam a vinda gloriosa do Senhor (cf. 2Pd 3,12), deve ser o empenho de todos os membros.




4 ESPIRITUALIDADE

O caminho espiritual da Comunidade Canção Nova se caracteriza pelos elementos que na comunidade são denominados: o trabalho santificado, a oração ao ritmo da vida, o uso dos meios e os tempos fortes.

O trabalho santificado é a constante busca da vontade de Deus a ser realizada com docilidade e alegria em todas as atividades.

A oração ao ritmo da vida é a atitude oracional que permeia toda a jornada e todo o agir. A oração ao ritmo da vida está intimamente ligada ao trabalho santificado.

A busca dos meios consiste na atenção e procura dos recursos necessários para cultivar um relacionamento pessoal e profundo com Deus, para quem se vive e trabalha.

Os tempos fortes são momentos intensos, programados ou não, da graça de estar com o Senhor, de receber a Sua visita, elemento que vitaliza todo o restante do caminho espiritual.


Meios para alimentar a vida espiritual

Obedientes a Jesus, e a Seu exemplo, os membros da Comunidade Canção Nova devem fazer da oração o centro e a fonte de sua vida e seu apostolado. Tal caminho deve ser alimentado:

Pela Eucaristia reconhecida na celebração e na adoração quotidiana como fonte e vértice de toda a vida da Comunidade Canção Nova;

Pela celebração dos Mistérios do Senhor no curso do ano litúrgico, particularmente aos domingos, Páscoa semanal, dia especialmente dedicado à oração e atividade apostólica;

Pelo estudo e meditação da Palavra de Deus e do Magistério da Igreja;

Pela oração pessoal e pelas práticas de piedade, especialmente o Rosário;

Pelas reuniões comunitárias semanais de oração carismática;

Pelos retiros comunitários (de pelo menos três dias ao ano) e pessoais;

Pela recepção frequente do sacramento da Reconciliação e direção espiritual;

Pela prática da penitência às sextas-feiras e recordação diária da Paixão do Senhor às 15h, a ser feita conforme sugira a piedade de cada membro;

Através da Liturgia das Horas, vivamente recomendada a todos membros.



5 FORMAS DE COMPROMISSO

Os Membros da Comunidade Canção Nova se distinguem em dois modos de compromisso:

Núcleo

São membros que se dedicam ao apostolado como atividade principal, empenhados em tempo integral na vida e nas atividades da Canção Nova, constituindo-se na garantia da manutenção do Carisma.

Segundo Elo

São aqueles que constituem aliança em torno do Núcleo, não vivem em regime de dedicação integral, continuam a residir em suas próprias residências. São chamados a viver a identidade e missão da Comunidade Canção Nova nas condições ordinárias da própria família, profissão, vida social.




6 MARCA CANÇÃO NOVA

O termo “Canção Nova” corresponde ao Cântico Novo, tema que perpassa toda a história da salvação: é o cântico dos remidos, o cântico das mulheres e homens novos para o Mundo Novo. A Comunidade Canção Nova assume o compromisso de ser este cântico para a Igreja e para o mundo. O símbolo da Canção Nova é composto pelos seguintes elementos:

– Violão: simboliza a música;

– Mão: em posição de prece a Deus, simboliza a Fé;

– Pomba: representa o Espírito Santo.

Os três elementos juntos se complementam numa unicidade de espiritualidade, musicalidade e fé. 

A Comunidade Canção Nova pretende ser na Igreja, a “Casa de Maria”, entendendo tal expressão no sentido bíblico: da descendência de Maria, da raça de Maria, sua Mãe e educadora.  

Histórico da marca Canção Nova

Ao longo de sua história, a marca da Comunidade Canção Nova passou por várias reformulações e adaptações, acompanhando a evolução das ferramentas, novas mídias e da tecnologia. A versão mais recente da marca apresenta o mesmo sentido evolutivo, porém, como em todas as outras mudanças, mantém-se fiel às raízes e à essência da Canção Nova





Exemplo 2:


Identidade da Comunidade Colo de Deus


QUEM SOMOS?

Somos uma comunidade católica, uma associação de fiéis, formadas por membros de vida e aliança, que acreditamos e desejamos realizar o mesmo objetivo, anunciar o nome de Jesus Cristo pelas nações. 

Somos jovens e adultos que decidiram se unir em um único lugar com os mesmos propósitos. 

Os membros da comunidade de vida moram dentro das casas da comunidade e estão envolvidos inteiramente pela missão, encabeçando as ações e eventos da comunidade. 

Já os membros da comunidade de Aliança são os membros que vivem em suas próprias casas, tem seus próprios trabalhos porém vivem as regras que norteia a Comunidade Católica Colo de Deus, estão sempre a disposição, na medida do possível, para as necessidades da comunidade.

Atualmente contamos com 94 missionários da comunidade de vida e 20 missionários consagrados de aliança, que mora em suas casas.


NOSSO NOME

Nosso nome vem do radical em aramaico RAHAMIM, que quer dizer ENTRANHAS de Deus. Não somos o colo no sentido de afago. Somos o Colo no sentido de ÚTERO. Somos chamados a ser o ÚTERO de Deus Pai, onde Cristo é gerado para a humanidade.


CARISMÁTICOS

Um carisma de uma comunidade nova é o mover de Deus para ela. É sua essência. É o que ela é. Não é o que ela faz. E o que queremos ser? O que queremos viver como Colo de Deus? 

Queremos ser, à imagem da mãe de Deus, a THEOTÓKOS, esposos e esposas do Espirito Santo, para gerar Cristo Ressuscitado para a igreja e para o mundo. O útero materno do Pai, o Colo de Deus. 

Queremos gestacionar Cristo nesse mundo tenebroso, jogado às trevas, para trazer luz aos perdidos, esperança aos desesperançados, vida aos mortos, amor aos odiados, perdão aos condenados, refrigério aos cansados, liberdade aos cativos, paz aos que estão em guerra e justiça aos injustiçados. 

Queremos dar ao mundo o Espirito Santo. Queremos  mostrar que ADORAR é consumir-se pelo ADORADO.


NOSSA MARCA

Nosso logotipo remete a o nosso nome do sentido de ÚTERO de Deus Pai: um círculo, que faz alusão ao útero, o peixe, que simboliza o cristianismo, a Cruz, que mostra nosso chamado ao ministério, a doação, ao martírio, a consumir-se até o final como Jesus fez.


ÁREA DE ATUAÇÃO

Atualmente temos sede na cidade de Curitiba/PR, distribuídos em 8 casas missionárias da comunidade de vida. 

Em Curitiba/PR também se concentra a maioria dos membros de aliança. 

Além das casas temos também nosso Centro de Evangelização, onde são desempenhadas a maioria de nossas atividades pastorais e de evangelizaçao.

Semanalmente recebemos cerca de 500 pessoas para as atividades de rotina.

Além das casas na capital paranaense, temos uma casa na cidade de Jandaia do Sul/PR, onde temos 400 jovens envolvidos em nossas atividades e possuímos uma outra casa recém inaugurada em Arapiraca/AL.

Além das casas de missão, temos 250 células (pequenos grupos que se reúnem nas casas) em todo Brasil, sendo o maior número delas nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.


MISTÉRIO

Toda comunidade de carisma vive um Mistério sobre a vida de Cristo. Um mistério onde a comunidade É, EM VOLTA.

Nosso mistério cristológico se baseia na palavra fundante que está em LUCAS 1, 26. O engravidar do Espirito Santo é o mistério da vida de Cristo onde nós andamos. É o momento da Imaculada Conceição.


MISSÃO

Nossa Missão é tornar o nome de Cristo conhecido, espalhar o avivamento por toda a nação e o mundo, viver a verdade do evangelho de Cristo Jesus em primeiro lugar no nosso coração, divulgar a devoção à Divina Misericórdia e ao Tratado à Devoção à Santíssima Virgem, unir os jovens em volta da Palavra de Deus, a Bíblia, e do Catecismo da Igreja Católica, se preocupar em SER filhos de Deus, mais do que TER as coisas deste mundo, viver à Obediência a Cristo e à sua Noiva, à Igreja Católica Apostólica Romana.